quarta-feira, 9 de julho de 2008

Expo NIPPON 7 – a costura do invisível

Quem assistiu não irá jamais esquecer: diante dos nossos olhos, lindos modelos desfilando elaborados trajes confeccionados em papel vegetal, que, ao final do desfile, foram simplesmente rasgados, todos eles! Isto aconteceu na São Paulo Fashion Week, em junho de 2004, no desfile do estilista e diretor de criação, brasileiro e neto de japoneses, Jum Nakao. Sua proposta de trabalho foi muito mais do que chocar a platéia – esta performance, baseada em elementos da cultura japonesa, conseguiu incorporar a reflexão sobre o papel da roupa (desculpem o trocadilho...), além da mera função de vestir o corpo.
Na exposição, há uma sala, na qual dois modelos estão expostos – de uma beleza impressionante e uma riqueza de detalhes que nos deixa boquiabertos!, além de uma projeção do desfile original, mostrando a reação das pessoas no momento em que as roupas foram destruídas, remetendo ao efêmero da moda. Toda esta produção foi registrada em livro e em DVD, um verdadeiro documento de um marco na história da moda brasileira: A costura do invisível não fala de roupas ou mesmo da última moda, mas do quanto a roupa – ou a ausência dela – fala sobre nós. Aproveitem para conhecer estes trajes de perto, pois são tão lindos, tão perfeitos, que ficamos nos perguntando se eles são reais. Garanto que vocês vão sair de lá repensando, refletindo sobre o que vestimos e o que está para além da roupa em si, que Jum Nakao chamou de “invisível”!


Até a próxima cobertura!


NIPPON – 100 anos de integração Brasil-Japão
Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66
até o dia 13 de julho das 10 às 21h – Entrada franca
Informações: (21) 3808-2020

CCBB – Brasília/DF
SCES, trecho 2, conjunto 22
de 5 de agosto a 12 de outubro das 9 às 21h – Entrada franca
Informações: (61) 3310-7087

***

14 comentários:

Virginie disse...

boa noite claudia.

ah gosto muito das roupas da wanama,que me da até vontade de ir pra argentina so pra fazer shopping.

porque mesmo morando aqui na frança com tanto escolho de roupas, sempre tem marcas estrangeiras que sao super bacana e que produzem coisas diferentes. Como la no brasil tem a Farm, new order, osklen e muito mais que adoro. quando estou aqui na frança ficou com tanta vontade de ser no brasil pra fazer shopping la e quando estava no brasil ficei com carencias das marcas que nao se encontram no brasil.
Tipo H&M;
nao entendo porque a H&M nao esta ainda no brasil. com certeza eles iriam fazer o maior successo abrindo lojas la.

mas sobre o seu post de hoje, adoraria ver o desfilei e peculiarmente o grande final (rasgando tudo).
e os vestidos das suas fotos sao incriveis. Parecem ser de tecido. tantos detalhes.
Ontem vç fiz um post sobre origami, agora os vestidos sao origami gigantes....um trabalho de horas e horas.

um forte abraço da frança.

Miss Pu disse...

Amei! As usual...
big kiss da miss

Tania Pimenta disse...

Quanta saudade de vestir minhas bonequinhas de papel com suas roupas também de papel... era muito divertido!!!
Beijins

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Eu me lembro bem desse desfile, achei o máximo e lendo o comentário da Tania, eu tbm brincava com aquelas bonequinhas de papel e roupinhas de papel...
Bjobjo

Ana Carolina disse...

Nossa, esse desfile deve ter sido incrível ao vivo...as modelos rasgando as roupas no final..puxa vida! O Jum Nakao pra mim é um dos gênios da moda.
Beijos, beijos!!

garimpo de estilo disse...

Hummm... encontrinho na cidade maravilhosa ia ser tudo de bom!
um beijo
Ludi

Ana B. disse...

oi, adorei seu blog, seu conteúdo, esse post tah incrivel. As fotos sao muito boas, deve ter sido 'o' desfile. Voltarei com certeza. bjos

Helena Castro disse...

oi claudia, vale mesmo a pena refletir sobre este assunto e acredito que tem muita coisa além da roupa! eu acho que as roupas por si só não dizem muito. elas, claro, passam uma mensagem, mas às vezes até desencontrada com o que realmente a pessoa é. mas quando une o look com a atitude, a forma como se mexe, o tom de voz, a forma como reage as situações... aí já dá para fazer uma boa análise.

beijos, helena

Amanda disse...

ah, já me falaram muito bem desse livro, acho que vou comprar!!!! milhões de beijos, linda! :)

modaparatudo disse...

eu assisti o DVD e me arrepiei muito com essa idéia maravilhosa! Um trabalho maravilhoso, minucioso, que chocou e criticou de uma maneira... Indescritível!

Agora que sei que pode-se fotografar, voltarei lá com a máquina! Você foi na "Modos e modas" na Casa França?

Beijocas.

Ana Helena Miranda disse...

Oi Cláudia, pois eu sou doida pra comprar este livro!! E queria muito ter estado neste desfile!! Adorei o Pepper, já adicionei nos meus links! (E tb continuo com saudades de Paris!) Rs...
Bjão

Flávia Beatriz disse...

Adorei esta série de posts, Cláudia. Adoro animação japonesa, acho lindo os arranjos florais, os estilos de decoração e arquitetura, os origamis... e você ter reunido tudo aqui foi o máximo para mim, principalmente porque perdi a exposição. Adorei. Bjs

santa mistura disse...

maravilhooooooooooso claudia ;))

Ana disse...

OI Cláudia.

Gostei do Jum Nakao mesmo. Tanto que fiz um post lá no blog sobre a palestra que assisti dele. Valeu pela dica. Vou andar sempre por aqui acompanhando o seu blog. Beijos