segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

in Styling... É hora de celebrar!

Respondendo ao espelho, neste sábado, dia 29, apresentei a minha monografia de conclusão do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Produção de Moda – Styling da Universidade Veiga de Almeida. Inspirada pelo filme Sex and the city,

Foi aí, que uma expressão me saltou “aos ouvidos”, como boa psicanalista (rsrsrsrs...): labels and love. E por que isto aconteceu? Bem, só fui entender muito tempo mais tarde... Na verdade, ela pontua todo o desenrolar da trama, desdobrando-se em diversos sentidos, tendo em vista que a palavra (signo ou significante, na psicanálise) da língua inglesa label pode ter inúmeros significados: marca, rótulo, estereótipo, grife (de luxo). [...]
Hoje, em um mundo povoado por marcas ou grifes, onde está a nossa “marca pessoal”? Para Lacan, um incrível psicanalista, o homem é constituído na chamada fase ou estádio do espelho: através do olhar do outro, ele torna-se sujeito. A partir deste momento, temos uma imagem e um corpo. Mas, como nos vemos neste espelho, anos mais tarde? Quando nos apropriamos da “nossa história”? E o figurino, qual o papel dele nesta empreitada? Ele é fundamental na busca da nossa marca pessoal?
(querem ler mais? Labels & love está aqui!)


Foto: Museu de cera Madame Tussauds, Londres.

deixo vocês com um pequeno resumo deste tão instigante trabalho e que mostra a minha trajetória profissional, da psicanálise à consultoria de imagem e estilo, partindo rumo a um novo futuro.



“Consultoria de imagem e estilo – o desafio contemporâneo de encontrar a nossa marca pessoal perante o espelho constituidor do sujeito psicanalítico”


A consultoria de imagem e estilo é uma profissão bastante recente. Ao ingressar neste universo, vinda de uma carreira como psicanalista lacaniana, comecei a perceber algumas aproximações. Tanto a psicanálise quanto a consultoria de imagem e estilo lidam com pessoas e a imagem que fazem de si mesmas. Em diferentes escalas e esferas, atuam na percepção de um sujeito.

E que sujeito é este? O mundo contemporâneo trouxe consigo inúmeras mudanças, que, junto ao psiquismo, servirão para constituir o sujeito deste momento histórico. Quais mudanças são realmente cruciais para a constituição do sujeito do século XXI? De onde vem a relação do sujeito com as roupas? E com a moda? O que de contemporâneo deste universo se conjuga com a constituição psíquica para formar o sujeito do nosso tempo?

Desde muito cedo, percebemos que precisamos das roupas. O primeiro contato pode acontecer através dos Contos de Fada, referenciais importantes do processo de formação da psique. Dois exemplos: A roupa nova do rei, de Andersen (1967), e Cinderela, dos Irmãos Grimm (1967). No primeiro, vemos a ausência das roupas, “ditada” por um consultor do rei, somente questionada por uma criança. Será preciso que um outro escolha o que (não) vamos vestir? Já no segundo, a Fada Madrinha aparece como uma verdadeira consultora de imagem e estilo: transforma a Gata Borralheira em Cinderela, que terá novas roupas... e uma nova imagem!

A
consultoria de imagem e estilo tem como real função ajudar o cliente a encontrar a sua “marca pessoal”, muito mais do que escolher e ditar roupas e moda. Hoje, em um mundo povoado por marcas ou grifes, onde está a nossa “marca pessoal”? Como exercer a profissão de consultoria de imagem e estilo, tendo como desafio encontrar essa “marca pessoal”, algo que nos torna únicos, sabendo que o sujeito é constituído pela imagem e pelo desejo, de acordo com a psicanálise lacaniana?

Pretendi seguir a trilha destas perguntas, baseada em conceitos psicanalíticos lacanianos, e também, analisando o universo da moda atual, com seus ícones e valores, principalmente a questão das marcas de luxo e seu peso na constituição do sujeito contemporâneo, sempre atenta ao lugar do pessoal, do único, na construção da imagem pessoal.

Como
consultora de imagem e estilo, além de psicanalista, tentei investigar se as marcas de luxo explicam em parte a constituição do sujeito contemporâneo, assim como a imagem e o desejo, sob a perspectiva da psicanálise lacaniana, passando pelo universo do marketing de moda e da publicidade.

É importante notar a importância da sociedade e do nosso tempo. As pessoas mudam, o tempo passa, o mundo altera-se... com isso, novas percepções e novos conteúdos são trazidos à tona, indo somar-se à constituição imaginária e desejante do sujeito que vive no mundo. O que será do luxo contemporâneo e suas it-bags, seus it-shoes, seus it-dresses? Certamente, ele continuará existindo, mas talvez deixe de estar no foco, de ser um objetivo almejado, cedendo lugar a uma nova forma de pertencer ao mundo, de desejar e de usufruir deste luxo... e eu espero que seja pela nossa marca pessoal e intransferível! Por isso, encerrei a monografia com o texto Por que não somos únicos?, postado bem no comecinho do blog... não deixem de conferir!




Um brinde a todos vocês que me acompanharam, aqui no blog, durante todo o processo de elaboração da monografia: o pePPer inFashion foi, sem dúvida, um excelente termômetro para as minhas dúvidas e para os meus escritos acadêmicos! Obrigada!


Aliás, amei os comentários de vocês no Espelho, espelho meu: foi uma reflexão coletiva, né? E isso é o mais bacana da blogolândia – o espaço para dividir opiniões e pensamentos! É um privilégio saber que podemos debater assuntos tão polêmicos, de uma forma tão democrática! Parabéns a todas que comentaram... e aos que visitaram e ficaram pensando sobre o assunto, pois é isso que conta, certo? Beijos!!!!




***pePPer in Styling: nesta seção, vocês encontram os posts já publicados no blog e relacionados à consultoria de imagem e estilo, podendo pesquisar assuntos e dicas, assim como elaborar dúvidas a partir dos temas abordados... e deixar a sua pergunta! Sejam bem-vindas(os)!***

22 comentários:

Eneida disse...

Cláudia, querida!!!
Parabéns e um brinde a você!!!
Que excelência sua tese, pena que não acompanho seus escritos a mais tempo!
Tudo isso é o que eu gosto de colocar no blog, mas o faço de forma popular e leiga, posto que minha formação é outra.
Mas veja só que interessante, e porque acredito que temos certas tendências não coincidentes acidentalmente: sou aquariana como você. Adoro essas "viagens" discursivas; gostaria de ter entrado para essa área da psicanálise, não fiz, mas minha área é de humanas, e adoro moda.
Conclusão: tenho tudo para adorar esse blog!
Amiga, sucesso total!!!
Beijo.

Ana B. disse...

UAU!!! Adorei, Cláudia! Sou filha de psicanalista (o melhor psicanalista de todo o universo) e adorei o tema da sua monografia!
Parabéns e muito sucesso!
Bjs

Silvinha disse...

Parabéns por mais esta etapa na sua carreira, Claudia!

Felicidades e muito sucesso!

Beijo

Ana Carolina disse...

Claudia! Que máximo!! Parabéns por mais essa empreitada! Vc é multi, mulher!! Quero ser assim quando crescer, kkkk!

eu desconfio que o mundo anda meio pasteurizado...tanto em imagem e estilo quanto em idéias...

Uma beijoca!

brasildobem disse...

Parabéns Claudia, e muito sucesso nessa sua nova profissão que,com ceretza, será um sucesso! Adorei a analogia da fada madrinha ter sido uma consultora de stilo para a Cinderela, bárbaro mesmo e sobre o espelho e Lacan, não sei muita coisa não, mas lembrei de Winnicot quando ele diz que a mãe é o espelho do filho, pois é através de seu olhar que o filho se vê.
Bjs.
janeisa

Chris - da Chria disse...

Oi Claudia querida!
PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!
Que bom poder deixar um comentário aqui - que gosto tanto!
Depois de uma semana tão complicada...é ótimo te desejar sucesso e parabéns por esta etapa vencida.
A abordagem foi incrível - adorei a forma como você expõe suas convicções.
Novamente parabéns!
bjo,BJO
Chris

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Oiiii Claudinha, parabéns amiga, desejo todo sucesso do mundo nessa sua nova profissão, que ela te traga só felicidades e realizações, mais uma etapa vencida né? muito legal.
Êxito sempre Claudia...
Bjobjo

Chris disse...

Parabens!!!! Nossa fiquei super feliz por voce, por mais uma vitoria! E realmente fantastico ver pessoas talentosas e inteligentes como vc, fazendo o que gosta e de uma forma tao interativa e com amor. Adorei o tema do seu trabalho...rsrs... se torna prazeroso fazer algo assim! rsrs
Um brinde a vc, a essa profissao linda e super importante. Gosto muito desse conceito e por Vigotisk(com outras palavras e outra pertinencia) tbm regeu meu trabalho na graduacao: "através do olhar do outro, ele torna-se sujeito"
Isso e muito lindo, e podemos levar isso para qlq ambito com certeza. E para a moda tbm! Amei!

Sucesso!! Vc merece!

bjaooo

Chris disse...

Claudia tem mais selinho para vc la no euNozes, fique a vontade para pega-lo ou nao! rsrs
Mas vc merece sempre!

http://chris.tehr0x.com/

Bjao

[mega] Paulo Mamedes disse...

Puxa que legal!
Não vejo a hora de terminar o meu e entregar... ainda tenho um ano e meio para isso, rs!!!

Beijão e valeu pela força!

Camila disse...

Cláudia,
e eu que no Madame Tussauds, pedi informação para um guarda, que não era bem um guarda, e sim um boneco de cera...foi cômico!
Bj, Camila NMW

Helena Castro disse...

oi claudia, parabéns pela tese, só por esse resumo já deu para perceber que ficou o máximo!

beijos

Tássia Cavalcante disse...

Parabéns, cláudia!! Ficou muiito legal! Eu adoro essas análises aprofundadas e com base em outras ciências, quando eu for concluir minha graduação em comunicação, vou falar sobre moda tbm *.*
Beijo!

Liana disse...

Parabéns, Cláudia!
Que sucesso... é tão bom concretizar projetos, não?
Um beijo enorme, você escreve muito bem :)
Liana

Verson Souto. disse...

Ótima tese!
Você vai ahazzar sempre na profissão, não tenho dúvidas (rs)!

Beijos, querida.

Kira Fashion disse...

Parabéns Cláudia!!!

Estou muito feliz e acho que vc fez uma escolha maravilhosa!!!

Mil beijos e ainda mais sucesso, a partir de agora :)

Renata disse...

Parabéns, Cláudia!!

Que notícia ótima! Que vitória! Fiquei muito curiosa para ler o trabalho todo, gostei muito do post. O trabalho deve ter ficado incrível!

Não poderia ser diferente, não é?? Pelo blog já se vê do que és capaz!!!

Um beijo grande, celebrando com você!

Renata.

Virginie disse...

oi minha querida.
vejo que vç tem amigos bem famosos na moda<.....hehehe.

abraço da frança

Bella disse...

Parabens pelo trabalho!!! :D

Patricia de Camargo disse...

Claudia imagino a tua felicidade. Terminar um trabalho científico é um alívio! Pode ser delicioso realizá-lo, mas o melhor é dizer "já está, acabei!", e como é difícil dizer isso!
A desfrutar ...
Beijos

Lúcia disse...

Parabéns!!! Excelente trabalho!!!
Bjs

POPI by Paula disse...

Nossa amiga!!!
e eu nem sabia q vc estava a monografar!!!
Ficou fantástico, adorei cada reflexão e já estou aqui pensando em cada palavrinha. Quero ver se leio todos os links q vc colocou.
Q todas as etapas e projetos da tua vida sejam sempre assim, com esse prazer de viver, de escrever, de observar o ser em sua plenitude.
Um super bju no seu coração e supersucesso na sua profissão!
da sua amiga,
paula