quarta-feira, 14 de maio de 2008

en Goûté... Escolha o seu Porto!

Uma viagem a Portugal não será completa se não passar pela região norte, especialmente pela segunda maior cidade do país, o Porto. Lá encontramos o vinho de mesmo nome, que, apesar disto, pode ser degustado nas inúmeras caves localizadas na outra margem do Rio Douro, em Vila Nova de Gaia: originalmente, ele era trazido das vinhas às margens do Douro, nos barcos rabelos, e era armazenado nos armazéns em Gaia.


O vinho do Porto é um vinho fortificado, de graduação alcoólica entre 19 e 22º, produzido em uma zona específica, demarcada há 250 anos – a Região Demarcada do Douro, primeira do mundo a ter esta denominação de origem controlada. O Porto é conseguido com a adição de aguardente vínica, durante o processo de vinificação, sendo responsável pela interrupção da fermentação e pela manutenção do açúcar natural das uvas.
A cor varia entre os diferentes tipos de vinhos, do vermelho rubi (retinto) ao alourado claro, com diferentes tonalidades intermediárias. O vinho do Porto branco apresenta tonalidades diversas, como branco pálido, palha e dourado, dependendo da tecnologia de produção usada na sua produção. Os vinhos brancos, quando envelhecidos em cascos de madeira, durante muitos anos, por oxidação vão adquirir um tom alourado claro, em tudo idêntico ao de alguns vinhos tintos mais velhos.
Quanto à doçura, o vinho do Porto pode ser considerado muito doce, doce, meio-seco, seco ou extra-seco. A doçura é uma opção tomada no momento da fabricação, pela escolha do momento de interrupção da fermentação.

O vinho do Porto pode ser classificado em quatro grandes grupos:
a) Brancos – Seco a Doce; Dry e Reserva.
b) Tawnies – Tawny; Tawny Reserva; Colheita e 10/20/30/40 anos.
c) Retintos – Ruby; Reserva e LBV (Late Bottled Vintage).
d) Vintages – Single Quinta ou Clássico.
Além deles, existem também: o Lágrima (ou Lácrima) de Cristo; o Envelhecido em garrafa e o Reserva.
Em fevereiro deste ano, surgiu uma novidade – o Pink Porto, elaborado a partir de uma nova técnica que consegue uma sedutora cor rosé e aromas muito frutados e frescos, devido ao limitado contato do suco com as películas das uvas durante a fermentação.


Cruzando-se a bela ponte Dom Luís I, atravessamos da Ribeira, no Porto, para Gaia, onde é possível escolher, entre inúmeras opções, em qual cave iremos experimentar o vinho do Porto. Mas, como as visitas guiadas acontecem em horários diversos e em vários idiomas, é importante checar antes e descobrir o melhor dia e horário para a visita. Após um tour pela cave, quando recebemos explicações do processo de produção e da diferença entre os diferentes tipos de Porto, passamos à sala de degustação. É o grande momento! – desfrute de um vinho muito particular e saboroso, repleto de sutilezas e segredos. E depois, passeie às margens do Douro, quem sabe na hora do pôr-do-sol (ou passeie no teleférico aqui)... e deseje voltar muitas e muitas vezes!


Sugestões de caves:
Cálem
Ramos Pinto
Sandeman

8 comentários:

Adriano Carneiro disse...

"...surgiu uma novidade – o Pink Porto...."
Esté é um grande motivo para voltar a Portugal :-)
Bjs,

Marta disse...

A minha cidade :)
Óptima escolha!

Eneida disse...

Gosto de vinho tinto e seco.
Seria o clássico? :)
Beijo!

Chris disse...

Vinho do Porto e o melhor ne?
Meu padrinho ama vinhos, ele e Portugues. O filho dele, meu primo e casado com a Adriana, a do blog Tudo se transforma. Eles sempre que viajam procuram comprar vinhos. Eu gosto, mas normal, sem muita fixacao...rsrs

bjubju

Renata disse...

Ah, Claudia!

Ler seus post me faz encontrar muitas coisas belas e aprender muito!

Adorei!!!!

Beijo grande,

Renata.

Ana B. disse...

Querida Cláudia,
Adorei seu post, acho Portugal um país maravilhoso e sou bisneta de Português.Mas o meu porto, o porto que me escolheu, é o porto de Paranaguá!
Beijão e um ótimo ano novo para você e todos os seus!

Ana B. disse...

Querida Cláudia,
Adorei seu post, acho Portugal um país maravilhoso e sou bisneta de Português.Mas o meu porto, o porto que me escolheu, é o porto de Paranaguá!
Beijão e um ótimo ano novo para você e todos os seus!

brasildobem disse...

Claudinha de vinho não en tendo nada , mas da cidade do Porto entendo um poquinho e te digo que sou absolutamente apaixonada por ela....que cidade charmosa! Um beijo grande e um ótimo 2009 repleto de ótimas surpresas.
Bjs.
Janeisa