segunda-feira, 9 de junho de 2008

O verão na moda

Começou neste fim-de-semana, o Fashion Rio, em sua 13ª. edição, para a primavera-verão 2008-2009. O tema do evento é bastante pertinente ao mundo atual – repensar, reciclar, renovar.


Eu, como bióloga, não posso deixar de aplaudir esta iniciativa de chamar atenção para o ambiente, tão dilacerado por nossas práticas humanas cotidianas. Já é tempo de tomar consciência do nosso papel na preservação do planeta, com responsabilidade e participação ativa. E a moda pode ser um verdadeiro dispositivo catalisador desta consciência, pois moda não fala somente de roupas e acessórios, mas também, de comportamento. Nada mais contemporâneo que buscar alternativas ecologicamente corretas e tecnologias que não causem danos ao homem ou ao seu mundo, chegando a resultados surpreendentes.
Muitas empresas, inclusive, estão buscando estes novos materiais e técnicas, impulsionadas por um movimento mundial de preservação da Terra (e do próprio homem!), que começou timidamente, mas que já atinge escala planetária. Ainda não dispomos de grandes soluções para reverter os danos previamente causados, de forma eficaz, porém podemos pensar em não protelar mais a busca por novas saídas. É preciso começar, mesmo que possa parecer apenas uma pequena intervenção individual. Podemos, por exemplo, evitar o uso abusivo de sacolas plásticas. Por que não carregar uma linda shopping bag? Houve, há algum tempo, o “boom” da I’m not a plastic bag, que tornou-se um fenômeno de mídia, mas que parece ter caído no esquecimento. Uma pena! Foi uma associação e tanto de moda e comportamento, com o viés da eco-sustentabilidade, que poderia ter virado um hábito, bastante saudável por sinal...
Tomara que o tema do Fashion Rio consiga fazer pensar nisto, por mais tempo do que a duração do evento em si, pois assim, teremos certeza de que a moda pode oferecer muito mais do que tendências em tecidos, texturas e cores. Ela pode (e deve) ser capaz de representar o mundo em que está inserida e sinalizar novos modos de ser e agir do homem do século XXI.
Que tal então, adotar uma postura eco-fashion?

2 comentários:

A futriqueira. disse...

Eu gosto dessa iniciativa. O mundo tá gritando por ajuda.agora nos resta ouvir e aderir a esse tipo de vida mais saudável. Assim melhoramos em tudo e colaboramos para as proximas gerações a ter um mundo melhor- pelo menos nisso.

Marisa disse...

Gostei muito deste post, aliás eco bag é o assunto do momento. Em São Paulo algumas padarias se você comprar trinta reais ganha um eco vai mas volta. Achei a iniciativa ótima. Só é preciso que as pessoas não esqueçam a bolsa em casa!!!!
Bjks